Geração Y: por que o empregador deve apostar no jovem profissional em 2017
23 de janeiro de 2017
Veja dicas para elaborar um currículo de sucesso
13 de fevereiro de 2017

O que é necessário para se destacar no mercado de trabalho em 2017?

Mensuração e planejamento aparecem como diferenciais para qualquer modelo de negócio que almejam destaque

Além do conhecimento adquirido ao longo dos anos de faculdade, dos cursos feitos e da experiência ao longo da carreira acadêmica e nos estágios e em outras experiências profissionais, o que é preciso fazer para se destacar no mercado de trabalho em 2017? Um ano marcado pelo acúmulo das expectativas do ano anterior precisa ser visto e analisado com muito (mais) cuidado e tranquilidade. Para o coaching e headhunter Márcio Lopes, assumir posturas empáticas pode, sim, ser o diferencial no mercado em que todos querem brilhar.

Mensure seus resultados
Saber o quanto você gera para sua empresa é um parâmetro honesto, mas até do que se comparar com outros colegas de trabalho. Para Lopes, esta é uma estratégia essencial. “Mensure os resultados que você está gerando. Sejam eles quantitativos e/ou qualitativos. Alguém está te pagando para aumentar, diminuir ou manter alguma coisa: mensure!”, alerta. Essa é uma boa dica para ter uma referência do que você vem fazendo e pode fazer.

Mentalidade e Postura de Dono
Sempre há o que pode ser aperfeiçoado dentro da organização em que você trabalha. Essa máxima, embora pareça clichê, é condizente com as demandas de qualquer empresa.

A partir do momento em que o funcionário compreende que a gestão passa por ele e que há outros caminhos além da subordinação, é possível entender como criar, efetivamente, valores para o negócio. “Pense que a empresa é sua, com isso, se preocupe com tudo e ajude. Mantendo e respeitando as hierarquias e áreas, sem perder o seu foco, mas veja onde a empresa pode ganhar ou deixar de perder e como isso passa e pode passar, cada vez mais, pela sua execução”, reflete o especialista.

Estude o negócio
Compreender as lógicas que operam o seu negócio de trabalho vai te permitir saber, exatamente, onde encontrar soluções. Além disso, dominar como funciona o seu trabalho e a compreender sua função vão te permitir ter uma habilidade de destaque: planejamento. Quem domina o que faz, consegue antever situações de tensão, crise ou também de crescimento. Pessoas com esse perfil recebem outro olhar dos gestores dentro da empresa. Aposte!

Mais profissional e menos passional
Para o headunter Márcio Lopes, o profissional que alcança o equilíbrio com as emoções tem mais chances de ser assertivo e eficaz no ambiente de trabalho.

“Evitar brigas e conflitos belicosos é uma atitude importante, pois a passionalidade pode te prejudicar, além de te deixar mais vulnerável na hora da tomada de decisões”, completa. O profissional que evita ser permeável por conflitos emocionais será bem visto e tido como uma peça chave na hora de resolver problemas em situações de pressão dentro da empresa.

Superar as (suas) expectativas e a do empregador passa por estar cercado de atitudes particulares como o estudo daquilo que você faz e de se tornar empático durante o relacionamento com outros profissionais do negócio que você decidiu atuar e/ou investir. Manter a calma e a razoabilidade são diferenciais que ajudam no planejamento de um trabalho mais consistente e acima da média.