Veja dicas para elaborar um currículo de sucesso
13 de fevereiro de 2017
Atualize seu cadastro e participe do programa Primeiro Emprego
13 de março de 2017

10 dicas de como se transformar em um empresário de sucesso

Do sonho ao trabalho efetivo, tornar-se um empreendedor de sucesso requer a compreensão de habilidades fundamentais à carreira

O que define sucesso no campo profissional? Como medir se o sucesso está presente em sua carreira, ainda longe ou prestes a chegar? Para quem tem o sonho de ter o seu próprio negócio, o significado de sucesso depende de uma combinação assertiva
de fatores e, particularmente, para o profissional que decide empreender desde cedo, a experiência torna-se uma aliada diferenciadora.

Para o headhunter e coaching Márcio Lopes, quatro habilidades vão nortear a vida do profissional que escolhe empreender. “É importante que o jovem que se inicia no mercado de trabalho, seja através de empregos formais, informais ou até mesmo
empreendendo, tenha: paciência, coragem, humildade, foco e fome”, reflete. Identificar as principais características de um profissional bem-sucedido pode balizar o seu futuro na área de atuação escolhida. Confira a seguir:

1) Quem é você no mundo dos negócios?
Passada a fase de escolher ter seu próprio negócio, identificar suas habilidades é o start para saber em qual ou quais áreas você terá melhor desempenho. Traçar o seu próprio perfil profissional dentro do empreendedorismo vai permitir que você “bata menos cabeça” e perca menos tempo com demandas em que não tem habilidade e/ou interesse.

Lopes atenta que arriscar-se é fundamental. “Eu diria que antes de abrir alguma coisa formal, faça um teste, tente ser um vendedor autônomo, ou ter alguma atividade que dependa única e exclusivamente de você. (…) E o mais importante de um negócio é a sua capacidade de vender”, afirma. Após identificar suas competências, mantenha-se atualizado: estudar e fazer cursos na área vão dar consistência e fôlego nas suas decisões.

2) Por que começar cedo?
Começar a lidar com as demandas do mundo empreendedor o quanto antes é importante por algumas razões. Além de lhe oferecer uma diversidade de experiências ainda jovem, permite também alterar ou acelerar o rumo da sua atividade profissional. Testar muitas possibilidades por um longo período vai lhe dar uma noção ampliada da realidade do seu negócio, desde incrementos, mudanças e até o próprio cenário da concorrência. Tornar-se empresário cedo é também uma excelente chance de deixar o seu negócio maduro e lucrativo com relativo tempo de existência. Aqui, a capacidade de antever situações, típicas de um bom empreendedor, pode ser bem trabalhada e aguçada, pois o tempo corre a seu favor.

3) Compartilhe a sua ideia (sem medo)
A principio, a sugestão de compartilhar sua “grande ideia” de negócio, parece descabida. No entanto, a inexperiência e pouca maturidade de quem está começando precisam ser testadas pela realidade do mercado profissional pretendido. Dividir a sua
ideia de projeto com outros (bem escolhidos) profissionais experientes, pode abreviar o tempo de busca e/ou otimização de alguns serviços primários do seu negócio. Por isso, saber com quem dividir a ideia pode lhe render bons frutos, além de uma economia valiosa, já que você evitará gastar seu tempo e investimentos em etapas pífias.

4) Doses certas de paciência e persistência
Começar qualquer atividade profissional demanda doses inteligentes de persistência e paciência até que as “engrenagens se encaixem” ou ainda até que você identifique o melhor momento de fazer mudanças. Mas, para quem está começando, como saber
balancear? Para o heandhunter Márcio Lopes, ouvir profissionais que já estão no mercado pode funcionar como uma alternativa viável. “É preciso entender que os resultados não vão vir no outro dia. Ao abrir um negócio próprio, e ainda mais sendo
jovem e com pouca experiência de vida e profissional, as chances de erros são maiores. Por isso é importante não desistir no primeiro fracasso. Mas, também não adianta ser teimoso e persistir no erro. Ter uma experiência com algum profissional ou
empresa já existente no mercado pode ajudar a tomar decisões.”, afirma.

5) Analise a situação econômica
Pesquisar e acompanhar a situação econômica do país antes de começar a investir no negócio é uma dica valiosa. Antes de levar a ideia adiante, é fundamental fazer uma análise minuciosa da aderência do serviço ou produto imaginado. Por isso, a dica aqui é: estude sobre o mercado desejado e também entenda como está a atual dinâmica da economia nacional, além do que é preciso ser feito para não desperdiçar investimentos.

6) Ambição
Malvista pelo senso comum, a priori, a ambição pode ser interpretada como uma característica negativa. No entanto, no mundo dos negócios, o profissional que deseja ir além, pode ter a ambição como motriz na sua carreira. Respeitar os limites éticos do mundo financeiro e garantir a saúde do negócio são premissas para que sua ambição não se volte contra você mesmo. Para Lopes, a ambição também pode ajudar a alavancar sua carreira. “O que te moverá para frente será essa sensação de “fome”, essa vontade de querer arriscar e crescer ao mesmo tempo”, explica.

7) O faz-tudo
Na maioria das vezes, ao vislumbrar uma carreira de sucesso, o jovem esquece que em determinadas situações da sua trajetória será necessário fazer de tudo um pouco. Capacidade de liderar, de elaborar estratégias, de antever e tino para os negócios nem sempre serão suficientes. Um empresário de sucesso também, em muitos momentos da sua rotina de trabalho, também terá que lidar com atividades operacionais da sua empresa…e tudo bem. Afinal, não basta estar preparado para ser apenas dono, mas,
um bom entendedor do negócio como um todo.

8) Aprenda a investir
O jovem profissional que deseja empreender vai precisar dominar as possibilidades de captação de recurso disponíveis para a sua empresa. Cada tipo de investimento deve ser avaliado e, posteriormente, escolhido a partir das necessidades e também da maturidade do seu negócio. Por isso, pesquisar e estudar sobre gestão de mercado é um dos grandes diferenciais do empresário de sucesso.

9) Importância da mentoria
Para o profissional que acaba de embarcar no mercado de trabalho e deseja empreender, saber escolher mentores é imprescindível. Ter experiência não se limita apenas aos desafios que você e seu negócio enfrentarão, mas também diz respeito à capacidade de consultar-se com as pessoas certas. Lopes alerta que este trabalho não deve ser destinado aos pais. “Tenha sempre um mentor. Alguém mais velho em experiente, se possível que não seja seu pai ou mãe, pois algumas coisas devem ser ditas de uma forma que talvez os pais não digam, por isso busque sempre alguém mais experiente e com vivência para te socorrer com conselhos e orientações”, aponta.

10) Soichiro Honda, um case inspirador
A crença nos sonhos, a capacidade de se reinventar e fazer dos negócios uma constante são características atribuídas a Soichiro Honda, fundador da Honda Motor Company, uma das maiores fabricantes de automóveis e motocicletas do mundo.

Aos 15 anos, Soichiro começou a trabalhar numa empresa automotriz, a Hart Shokai. Seis anos depois, já formado especialista mecânico, montou uma fábrica de pistões que faliu pouco tempo depois. Após entrar na universidade, Honda conseguiu reabrir
sua empresa, no entanto, voltou a perder tudo por conta das devastações provocadas pelos bombardeios da Segunda Guerra Mundial.

Em 1948, fundou a Honda Motor Company em associação com Takeo Fujisawa com o objetivo de fabricar motocicletas, já que os bombardeios tinham devastado o parque automotivo japonês. A empresa criou o primeiro motor para bicicletas, mas por ser
pesado demais, levou novamente a empresa à falência.

Mais tarde, o empresário japonês fabricou um motor mais leve, rápido e silencioso. A invenção começou a ser produzida em larga escala, primeiro nas fábricas do Japão e, consequentemente, em vários países.

A busca pelo sucesso profissional feita de maneira consistente e sábia, desde os primeiros anos da carreira, pode levar o profissional ao alcance não somente da maturidade do negócio escolhido, mas, ao mesmo tempo, vai permitir levá-lo ao amadurecimento pessoal, que se transforma a cada nova necessidade e movimento do mercado. Escolher empreender é, em qualquer circunstância, dar a si mesmo a possibilidade de crescimento. Desfrute!